Quais as principais causas de dor nos ossos?

Muitas pessoas não acreditam que é possível sentir dor nos ossos, e muitas vezes esse desconforto acaba se confundindo com outros, como a dor muscular ou a dor nas articulações. Contudo, a dor nos ossos é real e pode prejudicar muito a qualidade de vida e a mobilidade do indivíduo, e deve ser identificada para que o tratamento ideal seja recomendado.

Existem várias causas para essa dor, tanto internas (como a osteoporose e a leucemia), como externas (como acidentes ou impactos). Por possui tantas causas, é muito importante entender como a dor nos ossos pode acontecer, seus sintomas e as formas de tratamento que podem ser aplicadas. Para te ajudar com esse problema, preparamos esse material com tudo que você precisa saber sobre esse assunto, confira!

Causas de dor nos ossos

Choque

Causada por uma colisão ou impacto, esse tipo de dor nos ossos pode ser identificado com mais facilidade. Isso porque ela inicia imediatamente após o incidente, e pode ser agravada quando utilizamos ou aplicamos mais carga sobre o membro que sofreu o choque. Geralmente, com repouso, esse tipo de dor óssea melhora sozinha, durando até três dias.

Quando a dor persiste por um período maior, é essencial buscar a ajuda de um médico ortopedista para avaliar o quadro e verificar a existência de alguma lesão mais grave, como uma fratura. Dependendo do caso, o médico pode recomendar um período mais extenso para a recuperação, entre outras medidas.

Osteoporose

A Osteoporose é uma doença óssea degenerativa que pode causar dor nos ossos afetados. Por fazer com que os ossos percam qualidade, ela torna essas estruturas mais frágeis e suscetíveis à lesões e fraturas, ainda que o trauma não tenha sido intenso. Contudo, é uma doença inicialmente silenciosa e, sem a investigação médica adequada, fica muito difícil identifica-la.

Para isso, é necessário que o médico especialista solicite a realização de alguns exames de imagem, principalmente de densitometria óssea. Através desse exame, é possível avaliar a qualidade dos ossos, a deficiência de cálcio, entre outros aspectos relevantes.

Osteomielite

Causada por bactérias e outros microrganismos, a Osteomielite, também conhecida como inflamação óssea, é uma infecção óssea que pode atingir qualquer osso do nosso corpo. Dentre os seus principais sintomas, podemos citar: dor, inchaço localizado, vermelhidão, febre e náuseas.

A Osteomielite pode ser classificada em dois tipos: aguda e crônica. São consideradas agudas, as osteomielites que são diagnosticadas dentro das 4 primeiras semanas, e crônicas aquelas que estão presentes a mais tempo. Diante do aparecimento desses sintomas, é imprescindível buscar ajuda médica para iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Leucemia

Caracterizada como um câncer que acomete a medula óssea, a Leucemia também pode causar dores intensas nos ossos, acompanhado de febre, cansaço e ínguas (na axila, pescoço ou virilha). Contudo, o sintoma mais comum dessa condição é o surgimento de manchas arroxeadas ou pontinhos vermelhos na pele do paciente.

Assim como em outros casos, sempre que houver a suspeita de leucemia, é muito importante buscar ajuda médica. O diagnóstico é feito através de exames laboratoriais completos, e quanto antes o tratamento for iniciado, maiores as chances do paciente.

Câncer nos Ossos

Muitos acreditam que a Osteomielite é a mesma coisa que câncer nos ossos, mas isso não é verdade. O câncer ósseo, normalmente, é uma condição secundária, o que significa que provavelmente ele teve início em outra parte do corpo. Embora incomum, o câncer primário (que começa no próprio osso) também pode acontecer, e ele pode acometer qualquer pessoa, mesmo sem histórico de câncer.

Um dos principais sintomas dessa condição é a dor nos ossos, que pode ser de moderada a intensa, além da perda de peso acelerada e o cansaço sem razão aparente. O acompanhamento médico é essencial para garantir o melhor tratamento e a melhora do paciente.

Fale conosco
Posso ajudar?
Olá! Podemos te ajudar?